Qual é a importância do ROI para o RH?

Tempo de leitura: 4 minutos

ux-221As empresas estão adotando cada vez mais análise com base em indicadores para mensurar os resultados e fazer uma gestão eficiente com foco em crescimento e produtividade. Isso porque – por meio da análise desses indicadores – é possível determinar ameaças, conhecer tendências e identificar gargalos.

Uma das métricas mais utilizadas é o ROI (Retorno sobre o Investimento).

No setor de Recursos Humanos não é diferente. Cada vez mais olha-se para os indicadores para planejar ações e embasar as políticas de Gestão de Pessoas, melhorar as práticas e rotinas com foco em resultados.

Uma gestão eficiente, que atue com foco no capital humano, permite acompanhar de perto taxas como retenção de talentos, absenteísmo, engajamento de colaboradores, treinamento, entre outras.

Para ajudar você a identificar alguns indicadores no seu setor de RH, destacamos abaixo alguns indicadores que podem ser colocados em prática para analisar o ROI do seu RH.

 

Admissão de colaboradores

O investimento para contratação de um novo profissional é alto, por isso, este processo necessita ser feito de uma forma transparente e com foco nos indicadores, a fim de medir o ROI. Afinal, os custos com encargos trabalhistas e tempo destinado para a contratação – divulgação da vaga, entrevistas, contratação – são altos e precisam ser medidos.

O processo de contratação deve ser realizado com foco total nos objetivos e na cultura da empresa para garantir o sucesso da admissão do colaborador. De nada adianta encontrar o profissional mais qualificado do mercado se o mesmo possui valores diferentes dos seguidos pela corporação. Isso só fará com que a empresa perca tempo e tenha custos com turnover.

Para ser mais assertivo, utilize a descrição do cargo, detalhando as responsabilidades e expectativas. Assim, é possível formar uma equipe de alta performance que trará resultados para a empresa.

Também é importante acompanhar os custos relacionados ao processo de admissão, desde o anúncio da vaga (redes sociais, jornais ou outras mídias), os valores gastos com ligação para marcação de entrevistas e as horas do profissional de RH envolvidos na triagem e entrevistas dos candidatos. Depois, estabeleça qual é o índice de efetividade das contratações, se os novos funcionários estão ficando na empresa ou se estão gerando turnover. Se o índice de adaptabilidade for alto, o retorno sobre o investimento em seu processo admissional é positivo.

 

Treinamentos

Esse é um dos principais indicadores da área, pois compara os valores investidos na capacitação com as melhorias obtidas nos processos e rotinas.

Para avaliar o ROI é preciso mensurar o valor investido no treinamento e observar a variação de resultados obtidos pela empresa antes e após a aplicação. O retorno sobre investimento quando positivo demonstra a efetividade dos treinamentos. Por isso, saber o ROI dos treinamentos é uma poderosa estratégia utilizada pelos profissionais da área de RH para conseguir destinar investimentos para estas ações. Ao metrificar e mostrar o retorno sobre os treinamentos de colaboradores é possível mostrar para a diretoria a importância de qualificar a equipe e o impacto na corporação.

Dica: aproxime o RH do departamento de finanças! Essa estratégia permitirá enxergar as relações das métricas do RH com a saúde financeira do negócio para entender o impacto que uma exerce sobre a outra.

Além desses dois, o setor de Rh conta com muitos outros indicadores que podem ser analisados e medidos. Porém, cada RH deve focar nos indicadores que são mais relevantes para a sua empresa e encontrar ferramentas que auxiliem nesta tarefa. Uma dessas ferramentas, é um sistema eficiente de gestão de ponto.

 

Como um sistema de ponto eficiente ajuda a obter o ROI no RH

Um dos maiores gargalos do RH é a falta de investimento em processos operacionais, ou seja, muitas empresas ainda trabalham com a operação manual, o que onera e muito a equipe de RH. Assim, estes profissionais são absorvidos pelo trabalho burocrático e dedicam pouco tempo ao planejamento e execução de ações estratégicas.

Por isso, contar com ferramentas que auxiliam a automatizar os processos e que forneçam informações precisas facilitam o dia a dia dos profissionais de RH e auxiliam a medir o ROI das ações de RH. Os Sistemas de Ponto Eletrônico são ferramentas essenciais neste processo, pois auxiliam a identificar pontos de melhoria (faltas, rotatividade, banco de horas, afastamentos, entre outros), a traçar ações corretivas e analisar os resultados. Além disso, também permite controlar facilmente os custos com a Folha de Pagamento (gestão eficiente das horas extras) e do banco de hora dos colaboradores.

Além de contar com ferramentas, é fundamental contar com um planejamento de RH e analisar quais processos demandam tempo e podem ser automatizados. Existem ferramentas que auxiliam e permitem a comunicação em tempo real entre dispositivos, além de emitir relatórios e tornar os processos muito mais funcionais e facilmente mensuráveis.

E na sua empresa, a área de Recursos Humanos desenvolve ações com foco em ROI? Qual é o principal retorno sobre o investimento medido na área? Compartilhe sua experiência nos comentários!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *