Gestão de servidores públicos: como registrar a jornada de trabalho

Tempo de leitura: 4 minutos

 

A gestão pública é repleta desafios, que vão desde equipes enxutas até orçamento limitado. Quem assume o desafio de atuar em uma posição de liderança no serviço público sabe o quanto pode ser  difícil fazer a gestão de servidores públicos. Seja pela dificuldade em acompanhar a jornada de trabalho ou até mesmo ao mensurar o desempenho dos profissionais e a qualidade das entregas.

Desafios da gestão de servidores públicos

Uma reportagem do jornal Correio Braziliense afirma que no Brasil, a folha de pagamento dos Estados consome 60% da receita. Já que o funcionalismo absorve a maior parte das finanças, é imprescindível fazer uma boa gestão de servidores públicos a fim de obter melhores resultados. Mas, na prática, o tamanho da máquina pública faz com que, muitas vezes, os processos sejam burocráticos e lentos.

O percentual do orçamento que é destinado ao servidores não vai só para quem está na ativa. Afinal, também inclui aposentados e pensionistas. Ou seja, embora o investimento seja alto, muitas vezes as equipes são enxutas e, por isso, gestores não conseguem suprir a demanda de trabalho. A saída é recorrer aos editais para contratação em caráter emergencial – muito comum na área da saúde – ou em caráter temporário, que é o caso dos professores em caráter temporário (ACTs).

Paralelo a tudo isso, ainda existem as obrigações legais do serviço público, como o cumprimeto da Lei da Transparência. A Lei Complementar 131/2009, que ficou conhecida como a Lei da Transparência, dispõe sobre a visibilidade da gestão fiscal. Isso inclui a prestação de contas sobre as receitas destinadas à gestão de servidores públicos. Portanto, a gestão eficiente se torna cada vez mais necessária.

Como fazer a gestão de servidores públicos de forma eficiente

Para tornar a gestão de servidores públicos mais eficiente a recomendação é utilizar a tecnologia. Os sistemas de gestão de ponto e controle de acesso simplificam o registro da jornada e evitam fraudes. Além disso, também trazem outros benefícios para gestão pública, como:

  • monitoramento de índices de presença em tempo real;
  • informações centralizadas;
  • acompanhamento de índices de assiduidade;
  • maior controle de horas extras;
  • indicadores analíticos;
  • redução de custos;

Vamos detalhar abaixo alguns dos tópicos, para exemplificar como a tecnologia contribui para a gestão de servidores públicos.

Monitoramento de índices de presença em tempo real

A gestão de servidores públicos tem alguns diferenciais, um exemplo são os postos de trabalho em diferentes locais, seja da cidade ou do Estado. Nesses casos, é fundamental monitorar os índices de presença em tempo real, só assim o gestor consegue realocar a equipe a fim de prestar um bom atendimento à sociedade e cumprir efetivamente o papel do poder público. A Ahgora fornece aplicações que permitem ter essas informações atualizadas em tempo real para uma tomada de decisão mais eficaz.

Controle de horas extras

Reduzir custos é uma premissa do serviço público. E, o monitoramento da jornada de trabalho permite identificar horas extras desnecessárias ou indevidas. Com o Ahgora PontoWEB é possível registrar, processar e visualizar todas as informações de forma rápida e automatizada. Isso traz mais transparência para as relações profissionais e, no caso do setor público, ajuda a cumprir a lei de responsabilidade fiscal. Há prefeituras clientes que reduziram em 8% a folha de pagamento, apenas aprimorando o registro de horas extras com ponto eletrônico.

Combate às fraudes

Uma preocupação diretamente ligada ao registo de jornada no serviço público é o combate às fraudes. Existem situações em que o servidor não se apresenta para o trabalho, mas um colega registra o ponto com sua senha ou crachá. Isso sem falar nos casos em que eram utilizados dedos de silicone para o registro da biometria. As aplicações fornecidas pela Ahgora foram desenvolvidas para evitar este tipo de fraude. Outra alternativa é fazer o registro da jornada via reconhecimento facial via smartphone, outra aplicação que não é passível de fraude, uma vez que só o próprio servidor consegue fazer o seu registro como no caso do app Ahgora Multi.

Indicadores analíticos

Para facilitar a tomada de decisão as aplicações da Ahgora fornecem indicadores analíticos essenciais para a gestão de servidores públicos. É possível analisar tanto a assiduidade, quanto a operação e até mesmo a distribuição geográfica dos servidores. Tudo isso favorece a eficiência operacional no serviço público.

Quer reduzir custos e tornar a gestão de servidores públicos mais eficiente? Conheça o case do Hospital Universitário de Florianópolis, que implantou o sistema de ponto eletrônico fornecido pela Ahgora e economizou quase 36 milhões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *