RH inteligente: aprenda como calcular o ROI do setor

Tempo de leitura: 5 minutos

 

Você sabe como descobrir se um investimento feito na sua empresa valeu a pena? Para isso, é fundamental aprender como calcular o Retorno Sobre o Investimento, o ROI. Vale para os produtos desenvolvidos, os processos realizados e a performance de cada área da empresa. Inclusive o RH.

Essa informação é muito importante para orientar a tomada de decisão, afinal, “aquilo que não se pode medir, não se pode melhorar”, já dizia o cientista William Thomson. Seguindo essa lógica, calcular o ROI do RH pode favorecer a gestão financeira da empresa.

Quais os principais desafios para começar a calcular o ROI do RH?

O termo ROI deriva da sigla Return On Investment. Já publicamos aqui no blog um post sobre a importância do ROI para o RH, visto que a partir desse cálculo é possível aprimorar a utilização dos recursos.

Enquanto alguns setores trabalham com projetos e orçamentos bem definidos, o RH não tem isso tão claro. Isso explica porque é mais fácil calcular o ROI de uma ação de marketing, do que da admissão de um colaborador. No marketing a verba costuma ser mais fragmentada, para cada ação. Já no RH, os recursos se dividem entre recrutamento e seleção, treinamentos, endomarketing, etc.

Portanto, um dos principais desafios do RH é reunir indicadores que permitam calcular o ROI. O uso de softwares especializados pode auxiliar nisso. Um exemplo é o uso de um sistema de ponto eficiente, que automatiza a captura de informações como faltas, afastamentos, banco de horas e rotatividade. Aliás: a nossa ferramenta de Planejamento de RH ajuda você a rastrear alguns KPIs da área – clique aqui para baixar.

Além disso, também é importante conscientizar o RH sobre a importância de saber como calcular o ROI e o esforço diário para reunir as informações necessárias. A tecnologia novamente tem um papel importante, pois permite automatizar muitas rotinas do RH. Desse modo, os profissionais ganham tempo para executar tarefas mais analíticas e estratégias, como medir o retorno das ações do setor.

Como calcular o ROI das ações do RH?

A fórmula básica para calcular o retorno de um investimento é relativamente simples. Basta subtrair o investimento feito pelo lucro obtido. Depois divida o resultado dessa operação pelo valor investido. O passo seguinte é multiplicar por 100 para saber o percentual ROI.

Fórmula

Lucro – Custo = Resultado 1

Resultado 1 / Lucro = Resultado 2

Resultado 2 x 100 = ROI


Como você pode perceber, o cálculo em si é simples. Porém, para chegar a um resultado efetivo para a empresa é fundamental usar as informações corretamente. Se for uma ação ou evento recorrente, melhor ainda – você pode começar a acompanhar a média e comparar os resultados de uma edição para outra.

Entretanto, calcular o ROI de um evento pago é um pouco diferente do cálculo feito para um evento corporativo, vamos apresentar um exemplo prático para facilitar a compreensão.

Exemplo prático: treinamentos e horas extras

Para calcular o ROI de um curso que teve cobrança de ingressos, o investimento será tudo o que foi investido para a realização do evento. Em contrapartida, tudo o que foi arrecadado com a venda de ingressos e parcerias é considerado receita. Porém, para realizar um treinamento interno, a empresa não venderá ingressos. Então, como calcular o ROI?

Sempre que o RH for realizar um curso ou treinamento é importante identificar qual o objetivo. Pode ser desde o lançamento de um produto, a implantação de um sistema ou para resolver um gargalo de produtividade.

Digamos que mensalmente a empresa tem despesas altas com horas extras e para reduzir esses gastos opta por implantar um software de ponto eletrônico. Neste caso, digamos que o custo do treinamento tenha sido R$ 500 reais, que equivale a coffee break, impressão de materiais para divulgar o curso, entre outras despesas. No mês seguinte a implantação, percebe-se uma redução de 30% nos gastos com horas extras. Isso representa o lucro obtido com o treinamento.

Partindo desses dados você pode calcular o ROI específico deste treinamento. Além disso, também é possível calcular o ROI da implantação do novo sistema de ponto eletrônico. Basta alterar alguns dados, ao invés de usar o custo do treinamento, subtraia o lucro pelo custo mensal do software. Como as horas extras são variáveis, este cálculo pode ser feito mensalmente para identificar o retorno sobre o investimento na tecnologia. Ao final de um ano basta somar todos os percentuais e dividir pelo total de meses para ter o ROI anual.

Case TLSV

Reduzir em 30% as despesas com horas extras é absolutamente possível. A empresa TLSV conseguiu esse resultado justamente implantando um sistema de ponto eletrônico. O case está publicado aqui no blog e você pode conferir todos os detalhes.

5 vantagens de calcular o ROI do RH

Agora que você já sabe como calcular o ROI do RH é hora de começar a reunir os indicadores e passar a mensurar o retorno sobre o investimento das ações realizadas. Caso alguém ainda não esteja convencido sobre os benefícios de calcular o ROI, listamos abaixo 5 vantagens de fazer essa mensuração:

  1. O setor assume uma posição mais estratégica;
  2. O RH passa a contribuir com o fluxo de caixa da empresa;
  3. A gestão passa a valorizar mais a atuação do RH;
  4. Respalda a ordem de prioridade das ações internas;
  5. Possibilita mensurar a eficiência das ações do RH;

Se desejar receber conteúdos como este diretamente no seu e-mail, assine a nossa newsletter. Caso tenha ficado com alguma dúvida, comente no espaço abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *