Catracas de acesso a terceiros: um controle essencial para sua segurança

Tempo de leitura: 6 minutos

catracas de acessoControlar o fluxo de pessoas, produtos e veículos é essencial para manter a segurança de qualquer instituição. A gestão eficiente garante um ambiente seguro para os funcionários, protege as informações e o patrimônio do estabelecimento. Esse monitoramento pode ser feito a partir de equipamentos de controle, como as catracas de acesso.

A tecnologia permitiu o surgimento de inúmeros recursos que tornam esse trabalho mais efetivo e menos complicado. Basta um cadastro inicial para que as informações fiquem registradas em um software e possam ser acessadas a qualquer hora, de qualquer lugar.

O que é controle de acesso

O controle de acesso é qualquer mecanismo que limite a entrada em determinado ambiente ou o contato com alguma informação. Ele pode ser físico, uma barreira normalmente gerenciada por um profissional treinado; ou lógico, em que a liberação é realizada com o uso da tecnologia.

Agora imagine fazer esse trabalho manualmente, principalmente em ambientes com grande fluxo de pessoas. Além do desperdício de tempo, é um processo extremamente sensível, e passível à falha humana. Com a ajuda de sistemas automatizados, pode-se gerenciar com mais facilidade esse fluxo, autorizando rapidamente quem já estiver cadastrado e bloqueando pessoas não autorizadas.

catracas de acesso

O controle também permite acessar dados em tempo real. Em poucos cliques, o sistema identifica o  indivíduo que está acessando o ambiente (funcionário, visitante, fornecedor) e se tem permissão para entrar no local desejado. As informações consolidadas são importantes para saber quantas pessoas estão na sua organização agora e quais os períodos de pico. Esses relatórios agilizam a tomada de decisão.

 

Integração do ponto eletrônico

Integrar as catracas de acesso a um sistema de gestão de ponto é um benefício imediato para o RH. O cadastro da biometria do funcionário pode ser feito uma única vez, por exemplo, e evita fraudes no registro de presença. Isso é possível graças a tecnologias como cloud computing e internet das coisas (IoT). Elas permitem a comunicação entre equipamentos e software, gerando informações seguras e disponíveis em tempo real.

Tipos de catraca de acesso

Existem diferentes tipos de catracas de acesso no mercado. Cada uma delas tem funcionalidades distintas o que as torna mais adequadas para determinados ambientes. As tecnologias de identificação também variam dependendo do grau de segurança esperado.

Catraca Pedestal (modelo Ah 520)

Esta é uma excelente opção para ambientes pequenos e que necessitam do controle do tráfego de pessoas. Geralmente em aço inoxidável, oferece resistência em ambientes sujeitos a maresia. É um modelo muito usado em obras, refeitórios e lugares de acesso independente.

Catraca Balcão (modelo Ah 620)

Fisicamente é mais robusta, é maior e demanda mais espaço. Seu design é moderno e se encaixa perfeitamente em ambientes sofisticados. É uma excelente opção para locais com espaços amplos e que tenham grande fluxo de pessoas. São usadas em recepções e acesso aos prédios, muitas vezes ficam em locais que contam com a presença de um profissional treinado.

Além desses modelos mais tradicionais há ainda a catraca torniquete, que devido a sua anatomia é utilizada em ambientes menos sofisticados e que requerem maior resistência e segurança na gestão das pessoas.

Os locais que dependem de controle de acesso devem considerar o fluxo de portadores de necessidades especiais, e as catracas devem ter esta opção para facilitar a acessibilidade, promovendo segurança e o conforto aos usuários.

Benefícios das catracas de acesso

Como já vimos, são inúmeras as vantagens de se adotar um mecanismo de controle de acesso como as catracas. Em alguns segmentos e ambientes elas têm uma importância ainda maior.

Obras

Locais em construção costumam ter um grande fluxo de pessoas. Além dos trabalhadores regulares, catracas de acessocirculam por esses lugares fornecedores das mais variadas funções. As catracas de acesso permitem estabelecer quem tem permissão para entrar no local, e os horários de entrada e saída dessas pessoas. Por exemplo, se o profissional de elétrica está autorizado a chegar na obra às 15h ele somente estará liberado para entrar na obra a partir desse horário.

Refeitório

Além das entradas dos prédios ou recepção, as catracas podem ser utilizadas em ambientes como refeitórios. Isso evita problemas com funcionários que batem o ponto e permanecem fora do seu local de trabalho por muito tempo. É possível determinar, por exemplo, que a partir do momento em que o ponto eletrônico é acionado, o colaborador não pode mais entrar nesses espaços.

Locais sujeitos à ISO 27001

A ISO 27001 está relacionada à segurança da informação. Para se adequar à norma, setores que trabalham com informações sigilosas devem ter uma proteção adicional. É o caso das áreas financeiras e de tecnologia de informação. Utilizar equipamentos que controlem o acesso é essencial nesses locais. Com dados como senha ou biometria é possível determinar quem pode ou não entrar nas salas em que a vigilância deve ser reforçada.

Tecnologias para identificação

As catracas de acesso podem estar equipadas com diversas combinações de leitores:

  • Senha – Autoriza a entrada de pessoas mediante digitação de senha de acesso. Esta tecnologia é a de mais fácil operação, porém é menos segura;
  • Código de barras Forma de controle de baixo custo, mas que pode ser facilmente falsificada. Esta tecnologia é geralmente utilizada em ambientes que precisam monitorar o acesso, porém não necessitam de alto nível de segurança;
  • RFID – esta tecnologia apresenta baixo índice de falsificação e falha. A leitura é feita por radiofrequência o que dificulta o desgaste e atrito;
  • Proximidade mifare – O mifare é um cartão que funciona com um chip de pequena capacidade de memória no interior e uma antena interna. Dificulta o acesso aos dados armazenados em seu interior, o que torna sua cópia extremamente difícil;
  • Biometria 3D – Leitores biométricos são utilizados com frequência para acessos a ambientes de nível médio a alto de segurança, pois as taxas de falha na identificação do usuário são baixas e reduzem significativamente a fraude.

Além destes também existe o acesso por leitura biométrica, reconhecimento de íris e facial.

Continue acompanhando nosso blog para saber mais sobre as ferramentas de controle de acesso e outros assuntos. Na área de materiais educativos você também encontra conteúdos para ampliar seu conhecimento.